quarta-feira, agosto 13, 2008

A Prí e eu

Putz, quinze dias desde o último post.Eu sabia que seria assim, e avisei a vocês que seria assim. Então, não me encham o saco.

Poderia dizer que a falta de posts, é a culpa de uma mente estéril de idéias e inspiração. Mas isso seria uma mentira. Poderia, ainda, dizer que estou muito ocupado, estudando, trabalhando e namorando. Mas isso também seria mentira, pois eu só reclamo que não tenho tempo, no meu tempo vago. Ou então, dizer que nada de diferente acontece na minha vida, só que também seria uma mentira safada, já que convivo com pessoas bem, digamos assim, pitorescas. Mas a grande verdade, é que existe uma culpada por isso. É a Pri. A Preguiça. Sim, a boa e velha Preguiça. Chamo-a de Pri pelos anos de intimidade que temos, e notem que é escrita com a inicial maiúscula, pois trata-se, pelo menos na minha vida, de uma entidade, quase uma pessoa da família.

Em tese, a Preguiça é a pouca ou falta de disposição ou aversão ao trabalho, demora ou lentidão para fazer qualquer coisa. É o tédio ou a tristeza em relação aos bens interiores e espirituais. É um aborrecimento natural pelo trabalho no dia-a-dia, se o mesmo não tiver seu esforço recompensado. A origem da palavra vem do hebraico: atsêl, que pode ser traduzida por lentidão ou indolência. A preguiça é considerada pecado mortal ao se opor diretamente ao amor a Deus. (Fonte: http://www2.uol.com.br/vyaestelar/preguica.htm)

Na minha vida, a Preguiça atinge níveis alarmantes para as pessoas normais. É algo quase espiritual. Eu não posso evitar. É mais forte do que eu. A Preguiça, inclusive, me afeta familiar e socialmente. Ela me impede de secar o banheiro depois do banho, de dar um destino diferente do chão para as roupas sujas, e ainda, arrumar a mesa depois de comer. Tudo isso faz com que as pessoas que moram comigo, sem motivo aparente, despejem gritos e maldições na minha direção. Não sei por quê.

Agora, então, com meus pais viajando sinto que alguma coisa anda errada. Sempre pensei que jogando a roupa suja no chão, no dia seguinte ela aparecia magicamente, lavada e passada dentro do guarda-roupas, e que as louças, por um processo semelhante, estariam sempre disponíveis no armário. Mas, minha irmã e minha namorada me tiraram desse conto de fadas, e me disseram que para as coisas ficarem limpas, alguém (presumo que eu, ahahaha) teria que limpa-las e olharam pra mim. Aí eu, com cara de espanto, conçando a barba com a mão direita, perguntei a elas, mas quem é que pode fazer isso pra gente, hein? Aí elas começaram a me bater e gritar simultanêamente. Mais uma vez, não entendi nada.

Tirando os aspectos braçais e o meio, sinto que a influência da Pri, não é apenas externa, mas interna também. Às vezes, na maioria delas, quando estou deitado no sofá, jiboiando, o telefone toca. A primeira coisa que me vem à mente é, não é pra mim, foda-se, e o aparelho toca, toca, toca até quase se auto-destruir, mas uma força maior me impede de levantar e acalmar o bichinho. Em outras situações, como caminhar até a geladeira, torna-se algo extremamente sofrível, e é preciso deixar que a fome se apodere de mim, ao ponto de fazer minhas tripas tremerem como se sofressem do mal de parkinson, para que eu consiga me libertar, momentaneamente, da Pri. É como se todo meu corpo conspirasse contra mim. Nos dias em que acordo bem-disposto, ao mesmo tempo, me sinto estranho, e me da medo. Isso não é o meu natural.

Enfim, a Pri e eu somos quase amantes. Certa vez, meu pai, na tentativa de me tirar da minha inércia rotineira, começou a falar coisas do tipo: "Já imaginou se Einstein, ou Bethoven, ou o Batman fossem preguiçosos, assim como vc?". Sei que ele esperava alguma resposta, mas nenhuma culpa acometeu a minha conciência, o que eu posso fazer?. Minha mãe um dia me disse carinhosamente, daquele jeito que só mãe fala com a gente: "Um dia tu ainda vai morrer de preguiça fidumaégua". Isso sim é algo sério, por que o que ela quis dizer foi "Se tu não levantar pra trabalhar e/ou estudar tu tá fodido". Mas, eu sei, que enquanto ainda existirem valores religiosos que proíbam os pais de matarem seus filhos, mesmo que preguiçosos, eu estarei a salvo.

10 comentários:

Lilia Samara disse...

Meu caro Padawã. Isso, é uma basfêmia. Você não pode pensar que só porque tem uma indisposição para fazer, sei lá, praticamente tudo, é um preguiçoso com "P" maiúsculo. Você, para chegar a um nível, vamos dizer de mestre jedi, precisa ainda passar por muitos estágios.
Enfim, que a falta de força continue com você!

Danna disse...

Gostei do seu blog! Creio que eu conheça um pouquinho da sua amante Pri. Acho que no dia em que eu tiver que viver só, mesmo que seja só um dia, a casa vai virar de cabeça pra baixo...

O seringueiro Voador disse...

Isso foi um confissão lésbica Danna???

Enfim, é nos momentos de preguiças que as ideias mais brilhantes nos surgem, pena que a mesma preguiça nos impeça de anota-las.

Fernanda disse...

Ja tentei deixar a Pri mas ela nao me deixa :((

bjo pra tu =**

Samuel Bryan disse...

tipo assim...
eu sempre imaginei q minhas roupas e as louças la de casa se ajustassem num curso natural e perfeito sempre...
ate a minha vó entrar na terceira idade reclamando sempre que o curso natural e perfeito era ela e não eu
uhauahuaha
nao se culpe, nao há melhor coisa para fazer no tempo vago do que nao fazer nada
^^

Thiago da Hora Souza disse...

"V3 Prada"...? Que diabos de celular é esse??? É LG Prada. E eu teeenho. @.@

Thiago da Hora Souza disse...

Senti um dedo dele nisso... HAHAHAHA

Srtª Amora disse...

bem... pelo menos não te acordam no dia do teu aniversário falando do grande futuro que vc "poderia" ter passando num concurso público.

eu vivo mt bem dormindo ou olhando para o nada... é aquela velha história... eu poderia estar matando, roubando ou me prostituíndo... mas estou aqui...

de qualquer forma, ânimo meu caro, ânimo.

Cronicamente Inviável disse...

RBFC vai bem. Líder da série C e dando créu em todos que jogam na Arena, nosso caldeirão.

ócio degenerativo disse...

Hehehehe!!!! Esse texto ficou massa.Concordo com a samara, pra se chegar em um nivel assim tem que ser "Mestre" ou quase o "mestre dos magos".

Abraços,

Alex

P.S.: Eu acho que o Titulo do meu blog (Ócio Degenerativo) nunca foi tão bem representado por outra pessoa, hehehe!!!